segunda-feira, 16 de maio de 2011

Passado, presente ou futuro?

Todos os dias, antes de dormir, ficamos imaginando uma porção de coisas que poderíamos ou deveríamos ter feito, não é verdade? A cada dia que passa, parece que a lista aumenta com uma certa proporção considerativa. Ficamos pensando na forma de agir, de pensar e até mesmo de falar que era pra ter sido usada em determinado momento em questão, onde não era possível acreditar em erro. Em todo caso, só existe tal comparação pois também existe o passado. E enfim..

O passado e o futuro são os tempos aonde não é possível fazer nada. No passado, estão todas as coisas que já se foram, tudo aquilo que fizemos e também o que pensamos. Marca todas as fases anteriores ao presente que estamos vivenciando agora. Já no futuro, há uma incerteza maior, pois é incerto. E essa incerteza começa a partir de sua existência: não sabemos se ele, de fato, existe. E isso é uma complicação na vida de muitas pessoas porque acabam acreditando demais no futuro, sem saber se vai ou não acontecer e, na maioria das vezes, acaba não dando o devido sentido ao presente, que é o unico tempo que pode ser feito alguma coisa.

E se deixarmos pra amanhã, pra amar alguém, falar que esse alguém é especial e esse alguém vir a falecer? Ou então, se hoje esquecermos de mostrar um determinado agradecimento, um gosto, um gesto bonito e infelizmente, a pessoa que seria a destinatária dos nossos carinhos tenha se mudado? E ainda mais.. se hoje você decide amar, se você decide perdoar e até mesmo correr atrás de algo do passado e você percebe que é tarde demais...  pois é, nada podemos fazer em relação ao tempo, a não ser quantificá-lo.



Costumo falar que o passado serve para vermos os nossos erros e comparar com o nosso presente. Serve como uma espécie de ajuda, porque você acaba percebendo os pontos que pode ou não fazer novamente. Infelizmente, o passado é utilizado apenas hoje em dia, para mostrar os erros das pessoas. Acho que o pior tipo de pensamento quanto ao passado é quando você gostaria que ele ainda fizesse parte do seu presente. E, quase em todas as vezes, não é possível. Não é possivel porque tudo tem um motivo. E o que tem que ser, por mais clichê que pareça, vai ser. É preciso aprender a saber que tudo tem seu tempo. Mesmo que não seja hoje, agora, no momento; um dia, se for tiver que ser, vai ser. Não desistir, sempre persistir e ter em mente o que você quer, é a melhor maneira de conquistar algo. Quem sabe, se não for assim, não vai ser melhor para todas as partes? Tente. Não desista!

23 comentários:

  1. Meu querido teu texto é muito bonito.
    O passado realmente não volta e nem tem como, a não ser nas lembranças.
    Realmente tudo tem seu tempo querido.
    Pedro você é um amor, adoro você amigo.

    Um beijo.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  2. Pedrinho! Quanto tempo sem passar por aqui...
    Tenho gosto pelas tuas certas e delicadas palavras, inclusive as desse texto.
    Já tantas vezes nos disseram: 'A vida é agora, aprende!', e sim, temos de aprender, por amor de nós, do que passou e também do amanhã.

    Um beijo e uma semana de luz!
    PAI te cuide

    ResponderExcluir
  3. O tempo e as suas reflexões. E você tem razão em dizer que o passado nos serve de lição, é verdade, e feliz daquele que consegue tirar proveito dos erros cometidos. É assim que se cresce.
    Ah, e fazer o agora é mesmo o mais importante. Mas é inevitálvel não programar, ou imaginar um futuro... Faz parte das pessoas, na verdade nós estudamos, trabalhamos, imaginando um corforto futuro. De qualquer modo, tudo tem os seus lados, fixar a visão apenas nesse futuro incerto é um erro, como você disse, tudo pode mudar, em qualquer momento.

    E como é bom ler os seus textos, sempre fico aqui pensando nas inúmeras possibilidades que as suas palavras sugerem.

    Tenha uma boa semana também Pedrinho. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Olá Pedro.
    O passado sempre norteará nossas atitudes para um futuro mais promissor. É por isso que aprendemos com ele... As lições ficaram.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Olá Pedro,
    Desistir nunca.
    O passado serve para alicerce do presente e o presente para alguns planos do futuro. E aí vem
    Paciência para as dificuldades
    Tolerância para as diferenças
    Benevolência para os equívocos
    Misericórdias para os erros
    Perdão para as ofensas
    Equilíbrios para os desejos
    Sensatez para as escolhas
    Sensibilidades para os olhos
    Delicadezas para as palavras
    Coragem para as provas
    Fé para as conquistas
    E amor para todas as ocasiões..."
    Um beijo no seu ♥
    PS: Ficou lindo seu blog

    ResponderExcluir
  7. O passado serve sempre para nos guiar a seguir em frente e enfrentar tudo o que o presente e o futuro tem para nos oferecer!Com o passado, aprendemos o quanto é bom errar,cair...levantar e seguir em frente!!!
    Ótimo texto...boa semana para você!! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  8. É isso mesmo, caminhando é que se faz o caminho! Eu também por várias vezes questiono o meu passado para modificar o meu presente, pra não cometer os mesmos erros. Mas, que nem você disse temos que olhar os pontos positivos, o quanto você cresceu, o quanto aprendeu com o que passou! E por mais tortuoso, por mais errôneo que seja o seu passado, você deve olhá-lo e sentir orgulho, porque apesar dos pesares você cresceu!

    E quem disse que a dor também não te faz crescer?

    Obrigada pelo o carinho no meu blog, eu sigo o seu blog já tem um tempo, mas andei sumida. Agora não farei mais isso, prometo! rs.

    beijos

    ResponderExcluir
  9. Nada que agradecer, sigo com muito prazer (: Adoro os teus textos ** Agradeço antes de mais o comentário, fiquei de boca aberta! Concordo plenamente, o amor é uma coisa bela quando é vivido correctamente, quando se ama e sente de verdade. Porém, o maior problema actualmente, é que vamos vivendo iludidos, nos iludem...há quem ache piada a esse género de coisa! Na verdade brincar com o coração dos outros não é bom, magoa imenso! Quando quebra, pode levar muito tempo a tentar colar os pedacinhos. Boa semana para ti também. Um beijo (:

    ResponderExcluir
  10. se queres fazer algo
    faz hoje...
    texto mais delicado, sutil
    lindO demais moço...

    "vou seguindo pra
    não te perder de vista"

    bjs meus
    (nate)

    ResponderExcluir
  11. Pior sou eu, que faço uma junção de todos os tempos e vou vivendo assim. O passado está mais presente do que deveria, sou muito nostálgica e isso pode me prejudicar, pois, fico remoendo coisas que não vão voltar, é como se eu quisesse reviver tudo novamente. Outra coisa é que a gente às vezes pensa tanto no futuro e acaba deixando o presente passar despercebido, pelos cantinhos, o olhamos de soslaio e vivê-lo acaba ficando para segundo plano.
    Logo quando li o texto, me lembrei de um trexo do livro que estou lendo, diz assim : "- Por quê não devo ler a sorte ?
    - Só o presente tem poder sobre nossas vidas, quando você está lendo a sorte num baralho, você está trazendo o futuro para o presente e isto pode causar sérios danos: o presente pode embaralhar o seu futuro."

    Muito perfeito o texto Pedro, aliás, como sempre é. Eu gosto desse teu jeito singular de escrever, sempre saio daqui com uma reflexão, você nos bota pra pensar. Beijo []

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo post Pedro, não só por esse, mas por todos os outros.

    ResponderExcluir
  13. Pedro,

    É verdade, tudo tem seu tempo e cabe a nós ter paciência para esperar, pq as vezes temos pressa e acaba q não era para ser assim, o presente é o nosso maior bem, é aqui e agora q podemos fazer algo e é por isso q digo q te gosto muito, q vc é muito especial, de uma sensibilidade q cativa.

    beijos em seu coração...
    com carinho...Mariz

    ResponderExcluir
  14. é verdade. todos os dias eu me deito pensando no que poderia ter feito, no que não fiz, essas coisas. obrigado pelas suas palavras meu caro.


    E vou logo pedindo desculpas por passar muito tempo sem vir aqui. enfim, tenho post novo lá no meu espaço, e como sempre, lhe espero por lá.
    www.iandeee.blogspot.com

    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. E se o que se é hoje não for mais amanhã?

    Querido Pedro... Falar de passado é falar de um ser estranho no qual conhecemos [im]perfeitamente. Ontem eu era uma pessoa, hoje eu sou a pessoa que eu era com buracos e calçamentos. Amanhã, serei eu um eu modificado, um eu não-eu, ou não serei nada? Restará passado de mim no meu futuro?
    Indagamo-nos sobre o desconhecido por medo. Desistimos das respostas pelo mesmo motivo. O que aconteceria com você se soubesse que morreria daqui a dois dias num acidente de carro? Seriam esses seus últimos dias vividos por você ou um não-você?
    Futuro é coisa que não se alcança. Passado é coisa já fora de alcance. Presente é objeto sólido da reconstrução de um passado que constrói um futuro inalcançável. Viver em busca de algo que já chegou e chega constantemente a cada dia vivido no presente, é viver em busca de um tudo que se tem e de um nada que se procura. É confuso, mas as linhas temporais caem em contradição quando os ponteiros são adiantados e atrasados por mãos que nunca sabem a hora certa.

    Seria eu futuro de um passado sem presente?

    Gosto do choque que levo ao ler suas linhas que me invadem como terremoto e eu respondo como vulcão: Em constante erupção...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Pedrinho, se eu te dissesse que o que mais incentivou a postar hoje foi o seu último comentário, você acreditaria? Pois, foi sim. Você não imagina o quanto me alegrou, em uma semana tão tristonha, ter lido comentário tão carinhoso. Obrigada mesmo, você é um lindo. Não sei como ainda me surpreendo ao ler as suas belas palavras; É claro que de pessoas maravilhosas só podemos obter coisas maravilhosas - e você é assim aos meus olhos. Eu estava com saudade de poder registrar aqui o quão bom é repousar os meus olhos nas suas palavras, e ver quanto talento os seus textos transbordam! Saiba que mesmo sem comentar, aqui estive durante todo esse tempo... só admirando.
    As vezes pego-me assustada enquanto o passado permanece agarrado em meu calcanhar, e confesso que, por vezes, tenho medo de não conseguir me libertar. Mas, graças a Deus, tudo tem o seu tempo e assim vou vivendo o presente. Pois como você mesmo disse, esse é o único tempo no qual eu posso agir diretamente - é o tempo que ainda podemos, de fato, viver.
    Obrigada mesmo por não se esquecer de mim... A grande verdade é que também sinto saudades de ti, muita mesmo.

    ResponderExcluir
  18. Mt feliz de ter vc no Faces, mais feliz por ver a juventude pensar e fazer e gostar de poesia.
    Lindo espaço!
    Bj grande e estamos juntos.

    ResponderExcluir
  19. Mais um iluminado texto que nos traz uma rica e sublime mensagem!
    Amigo, obrigada de coração, e que Deus ilumine cada dia mais a tua sabedoria!

    Deixo carinhos pra ti, viu?
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Olá,Pedro!
    Se puder passe lá, no Brincando Com a Rima,estamos em festa,seu pedaço de bolo,está reservado!Voltarei..
    Um dia cheio de alegrias,para você!
    Mari

    ResponderExcluir
  21. Falar de tempo, é falar de nós submetidos a ele, é falar do que está alheio a nós. Ele passa de forma avassaladora carregando junto a si a nossa vida, o nosso direito de viver lentamente degustando os vários sabores de um segundo, ele carrega porque deixamos, damos valor a coisas sem valor e é aí que ele aproveita pra passar depressa. Precisamos viver mais devagar, aproveitando o que o passado nos deixou, não querendo ressucitá-lo, mas pensando no proveitoso que tiramos dele, pra conseguirmos viver mais corretamente o presente, mais convictos de quem somos e de quem queremos ser, pra poder deixar que o futuro venha, simplesmente aconteça.

    Obrigada pelo carinho lá no blog.
    Beijos, Any

    ResponderExcluir
  22. O tempo sempre parece que está contra a gente, se queremos muito algo, demora! Se queremos que demore, passa rapido!
    Acho que devemos é aproveitar cada momento, mesmo com coisas que alguns diriam ser bobas, mais que pra nós são importante.
    É devemos tirar um aprendizado de tudo.
    Beiijooos meu queridoooo <3
    E desculpa a demora ! =*

    ResponderExcluir